Tratamento de Ansiedade RJ

Tratamento de ansiedade no Rio de Janeiro, com a melhor equipe para tratar esse mal que aflige grande parte das pessoas. A ansiedade pode ser definida como resposta mental e física a situações temidas e ameaçadoras. Antes se distinguia ansiedade como apenas a aflição e inquietação interior acompanhadas do sentimento de incapacidade e de impossibilidade de reação e de desorganização interior. Quando os sintomas psíquicos se acompanhavam de alterações somáticas neurovegetativas ou de sensações de constrição, denominava-se angústia. Porém, atualmente esses dois termos são usados como sinônimos.

Os sintomas somáticos mais comuns que acompanham a ansiedade são: a tensão muscular; o tremor; o suor das mãos, axilas ou pés; o desconforto respiratório ou no peito, às vezes chegando à dor; a vertigem; dor abdominal; arrepios; vontade de urinar ou evacuar, entre outros.

Quando ansiosos tendemos a buscar evidências de que corremos risco de sofrer ferimentos, asfixia, doença grave, sermos atacados por outros seres humanos ou animais, sentir dor ou aversão, sofrer infortúnio (perdas ou privações), ou sermos socialmente rejeitados e excluídos, etc.

É comum os indivíduos com níveis cronicamente altos de ansiedade se autodescreverem da seguinte maneira:

  • “Muitas vezes me incomodo com as fortes batidas do meu coração”.
  • “Pequenas contrariedades me irritam”.
  • “Muitas vezes fico subitamente amedrontado sem motivos”.
  • “Preocupo-me o tempo todo, e isso me deprime”.
  • “Frequentemente passo por períodos de completa exaustão e fadiga”.
  • “Sempre é difícil para mim tomar uma resolução”.
  • “Eu pareço sempre temer alguma coisa”.
  • “Sinto-me nervoso e tenso o tempo todo”.
  • “Muitas vezes acho que não posso superar minhas dificuldades”.
  • “Sinto-me constantemente sob pressão”.

O que é o Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG)?

É um quadro de ansiedade com preocupações excessivas de longa duração (mínimo de 6 meses) acompanhado por sintomas somáticos. A ansiedade é impossível de controlar e resulta em desconforto e grave comprometimento na vida profissional, social, familiar e afetiva.

Tratamento de Ansiedade Generalizada:

Devido ao número elevado de sintomas físicos muitos clientes (pacientes) não admitem sofrer de um problema mental. Tal ideia acaba dificultando o diagnóstico e o tratamento. Desse modo é importante realizar um exame físico completo e exames laboratoriais.

A combinação de Terapia Cognitivo-Comportamental e psicofármacos têm se mostrado como a alternativa mais eficaz no tratamento do Transtorno de Ansiedade Generalizada (TAG).

O portador de TAG possui uma percepção exagerada de perigo combinada com uma percepção diminuída de sua capacidade de lidar com os problemas. Além disso, a avaliação antecipatória que o portador do TAG faz costuma superestimar a probabilidade de algo sair errado.

O tratamento cognitivo-comportamental tem como objetivo reduzir a ansiedade mediante técnicas que possibilitem auxiliar o paciente a identificar, avaliar, controlar e modificar seus pensamentos negativos relacionados à noção de perigo e a comportamentos associados. Costuma basear-se nos seguintes procedimentos:

1. Psicoeducação: a explicação do tratamento é essencial para estimular a colaboração do cliente. Explicar o modelo do tratamento nos 3 componentes da emoção (cognitivo, comportamental e fisiológico) é importante, além de mostrar como ele é capaz de explicar a diversidade de sintomas que o paciente possui.

2. Reestruturação cognitiva: o cliente do TAG comete com freqüência diversas distorções negativas de pensamento, como por exemplo a catastrofização (avaliar um evento ameaçador como muito mais perigoso do que ele relmente é) ou a superestimação da probabilidade de eventos negativos. O terapeuta então auxilia o paciente a identificar e corrigir esses padrões de pensamentos problemáticos e substituí-los por pensamentos alternativos mais saudáveis e realistas.

3. Ruptura dos padrões comportamentais: o terapeuta auxilia o cliente a identificar seus comportamentos mantenedores dos sintomas e substituí-los por comportamentos alternativos mais adaptativos e que eliminem o ciclo de emoções excessivas e disfuncionais que prejudicam significativamente a sua qualidade de vida.

4. Modulação emocional: o cliente aprende a aumentar a sua tolerância aos sinais e sensações desagradáveis da ansiedade excessiva e crônica. Técnicas de relaxamento e de consciência emocional são usadas com essa finalidade.

5. Exposição a preocupação: o cliente com TAG aprende com as atividades de exposição que ocorrem durante a sessão ou como tarefa de casa a vivenciar os estímulos avaliados como perigosos, sejam eles internos ou externos, de modo mais hábil e eficaz, e com isso adquirem um novo aprendizado sobre sua capacidade de enfrentamento dos seus problemas.

Se você suspeita de apresentar os sintomas do transtorno de ansiedade generalizada (TAG) procure um profissional qualificado e faça a sua avaliação. O tratamento cognitivo-comportamental possui um prognóstico favorável, com uma melhora significativa na qualidade de vida da pessoa, mas requer dedicação e empenho do cliente numa aliança colaborativa com o terapeuta.

Tratamento de ansiedade generalizada RJ, a melhora da sua qualidade de vida pode estar mais próxima do que você imagina!

Alexandre Alves – Psicólogo Clínico
CRP 05/39637